Ir para o conteúdo

Atividade de Consulta Authorize.net

Introdução

Uma atividade Authorize.net Query, usando sua conexão, recupera um objeto do Authorize.net e deve ser usado como fonte para fornecer dados em uma operação.

Crie uma Atividade de Consulta Authorize.net

Uma instância de uma atividade Authorize.net Query é criada a partir de uma conexão Authorize.net usando seu tipo de atividade Query.

Para criar uma instância de uma atividade, arraste o tipo de atividade para a quadro de design ou copie o tipo de atividade e cole-o na quadro de design. Para obter detalhes, consulte Criar uma instância de atividade em Reutilização de componentes.

Uma atividade existente do Authorize.net Query pode ser editada nestes locais:

Configurar uma Atividade de Consulta Authorize.net

Siga estas etapas para configurar uma atividade Authorize.net Query:

Etapa 1: Insira um Nome e Selecione um Objeto

Nesta etapa, forneça um nome para a atividade e selecione um objeto. Cada elemento da interface do usuário desta etapa é descrito abaixo.

  • Nome: Insira um nome para identificar a atividade. O nome deve ser exclusivo para cada atividade do Authorize.net Query e não deve conter barras / ou dois pontos :.

  • Selecione um objeto: Esta seção exibe os objetos disponíveis no endpoint.

    • Objeto AuthorizeNet selecionado: Depois que um objeto é selecionado, ele é listado aqui.

    • Pesquisar: Insira qualquer parte do nome do objeto na caixa de pesquisa para filtrar a lista de objetos. A busca não diferencia maiúsculas de minúsculas. Se os objetos já estiverem exibidos na tabela, os resultados da tabela serão filtrados em tempo real a cada pressionamento de tecla. Para recarregar objetos do endpoint durante a pesquisa, insira os critérios de pesquisa e atualize, conforme descrito abaixo.

    • Atualizar: Clique no ícone de atualização Ícone de atualização ou a palavra Refresh para recarregar objetos do endpoint. Isso pode ser útil se objetos tiverem sido adicionados ao Authorize.net. Esta ação atualiza todos os metadados usados para construir a tabela de objetos exibidos na configuração.

    • Selecionando um objeto: Na tabela, clique em qualquer lugar de uma linha para selecionar um objeto. Apenas um objeto pode ser selecionado. As informações disponíveis para cada objeto são obtidas no endpoint Authorize.net:

      • Nome: O nome do objeto do endpoint.

      • Tipo: O tipo de objeto do endpoint.

      • Descrição: A descrição do objeto do endpoint.

    Dica

    Se a tabela não for preenchida com objetos disponíveis, a conexão pode não ter sucesso. Certifique-se de estar conectado reabrindo a conexão e testando novamente as credenciais.

  • Salvar e Sair: Se ativado, clique para salvar a configuração desta etapa e feche a configuração da atividade.

  • Próximo: Clique para armazenar temporariamente a configuração desta etapa e continuar para a próxima etapa. A configuração não será salva até que você clique no botão Concluído na última etapa.

  • Descartar alterações: Após fazer as alterações, clique para fechar a configuração sem salvar as alterações feitas em nenhuma etapa. Uma mensagem solicita que você confirme que deseja descartar as alterações.

Etapa 2: Crie Sua Consulta

Nesta etapa, defina condições em uma consultar usando os campos de objeto e aplique paginação a uma consultar. Cada elemento da interface do usuário desta etapa é descrito abaixo.

Dica

Campos com ícone de variável Ícone de variável suporte usando variáveis globais, variáveis do projeto e variáveis Jitterbit. Comece digitando um colchete aberto [ no campo ou clicando no ícone da variável para exibir uma lista das variáveis existentes para escolher.

  • Pesquisar: Insira qualquer parte do nome de um campo na caixa de pesquisa para filtrar a lista de campos do objeto selecionado. A busca não diferencia maiúsculas de minúsculas. Os resultados listados são filtrados em tempo real a cada pressionamento de tecla.

  • Atualizar: Clique no ícone de atualização Ícone de atualização ou a palavra Refresh para recarregar os campos do objeto do endpoint Authorize.net.

  • Selecionar tudo: Ao usar a caixa de pesquisa para filtrar, você pode usar esta caixa de seleção para selecionar todos os campos visíveis de uma vez.

  • Selecionar campos: Marque as caixas de seleção dos campos que você deseja incluir na consultar para que sejam adicionados automaticamente à instrução SELECT na String de consulta. Você também pode Selecionar todos os campos de uma vez usando a caixa de seleção.

  • Paging: Para adicionar uma cláusula de paginação (um limite no número de registros com um deslocamento de registro opcional), você pode usar o menu suspenso para definir o limite de paginação e o campo para inserir um deslocamento. Se um deslocamento não for especificado, o padrão será 0. Uma única cláusula de paginação é suportada. Se a cláusula de paginação não for incluída, todos os registros serão retornados.

    • Aplicar: Clique para construir automaticamente a cláusula com base nas seleções suspensas e no valor inserido. A cláusula de paginação construída automaticamente aparece na caixa de texto Query String.

    • Remover: Clique para remover uma cláusula de paginação que foi aplicada.

  • Condições: Para adicionar cláusulas condicionais, use os campos abaixo como entrada para ajudar a construir as cláusulas, que aparecem na caixa de texto Query String.

    • Objeto: Campo: Use o menu suspenso para selecionar um campo do objeto selecionado.

    • Operador: Use o menu suspenso para selecionar um operador apropriado para o tipo de dados do campo:

      Operador Etiqueta Descrição
      = Igual a
      != Não é igual
      COMO 'string' Curtir Como string
      COMO 'string%' Começa com Começa com string
      LIKE '%string' Termina com Termina com string
      COMO '%string%' Contém Contém string
      < Menos que
      <= Menor ou igual
      > Maior que
      >= Maior ou igual
    • Valor: Insira o valor desejado para usar com as seleções suspensas.

      Dica

      Ao usar variáveis globais nas condições de uma cláusula WHERE, é recomendado especificar um valor padrão para que o teste do script seja possível. Caso contrário, como as variáveis globais obtêm seu valor em tempo de execução, a sintaxe poderá ser invalidada durante o teste ou nenhum dado poderá ser retornado se nenhum valor padrão for especificado.

    • Adicionar: Clique para construir automaticamente a cláusula com base nas seleções suspensas e no valor inserido. A cláusula condicional é adicionada à caixa de texto Query String.

    • Remover tudo: Clique para remover todas as cláusulas condicionais inseridas.

  • String de consulta: À medida que você seleciona campos, especifica condições e define a paginação, a instrução de consultar nesta caixa de texto é preenchida automaticamente com os campos, condições e limites de paginação selecionados.

  • Consulta de Teste: Clique para validar a consultar. Se a consultar for válida, uma amostra de até 10 registros recuperados da consultar será exibida em uma tabela. Se a consultar não for válida, serão exibidas mensagens de erro relevantes.

  • Voltar: Clique para armazenar temporariamente a configuração desta etapa e retornar à etapa anterior.

  • Próximo: Clique para armazenar temporariamente a configuração desta etapa e continuar para a próxima etapa. A configuração não será salva até que você clique no botão Concluído na última etapa.

  • Descartar alterações: Após fazer as alterações, clique para fechar a configuração sem salvar as alterações feitas em nenhuma etapa. Uma mensagem solicita que você confirme que deseja descartar as alterações.

Etapa 3: Revise os Esquemas de Dados

O esquema de resposta é exibido. Cada elemento da interface do usuário desta etapa é descrito abaixo.

  • Esquemas de dados: Esses esquemas de dados são herdados por transformações adjacentes e são exibidos novamente durante o mapeamento de transformação.

    Consulte a documentação para obter informações sobre os nós e campos do esquema.

  • Atualizar: Clique no ícone de atualização Ícone de atualização ou a palavra Refresh para regenerar esquemas do endpoint Authorize.net. Esta ação também regenera um esquema em outros locais do projeto onde o mesmo esquema é referenciado, como em uma transformação adjacente.

  • Voltar: Clique para armazenar temporariamente a configuração desta etapa e retornar à etapa anterior.

  • Concluído: Clique para salvar a configuração de todas as etapas e fechar a configuração da atividade.

  • Descartar alterações: Após fazer as alterações, clique para fechar a configuração sem salvar as alterações feitas em nenhuma etapa. Uma mensagem solicita que você confirme que deseja descartar as alterações.

Próximos Passos

Depois de configurar uma atividade Authorize.net Query, conclua a configuração da operação adicionando e configurando outras atividades, transformações ou scripts como etapas de operação. Você também pode definir as configurações de operação, que incluem a capacidade de encadear operações que estejam no mesmo fluxo de trabalho ou em workflows diferentes.

As ações de menu de uma atividade podem ser acessadas no painel do projeto e na quadro de design. Para obter detalhes, consulte Menu Ações da atividade em Noções básicas do conector.

Atividades de consulta podem ser usadas como fonte com estes padrões de operação:

Para usar a atividade com funções de script, grave os dados em um local temporário e use esse local temporário na função de script.

Quando estiver pronto, implantar e execute a operação e validar o comportamento verificando os logs de operação.