Ir para o conteúdo

Modo de Pré-visualização

Introdução

O modo de visualização fornece uma interface somente leitura para usar dados de amostra para testar como a transformação processará os dados.

O modo de visualização baseia-se na exibição do modo de mapeamento, onde é mostrada uma visão geral do mapeamento da transformação. Além de exibir os elementos da interface do modo de mapeamento, o modo de visualização inclui uma exibição in-line de dados em cada campo de origem e de destino, bem como controles para interagir com a interface do modo de visualização, conforme descrito nesta página.

No modo de visualização, não é possível editar a configuração da transformação, como adicionar, editar ou excluir mapeamentos. Entretanto, os mesmos controles para fazer edições exibidos no modo de mapeamento também são exibidos no modo de visualização.

Ao tentar editar a transformação, você sai automaticamente do modo de visualização e entra no modo de mapeamento (se estiver usando um elemento de interface onde você permaneceria no modo de mapeamento) ou modo de script (se estiver abrindo um script em um campo de destino).

Para elementos da interface do usuário que são compartilhados por vários modos de exibição, consulte Elementos do modo comum.

Processamento de Visualização de Transformação

Ao configurar uma visualização de transformação, há dois métodos pelos quais os dados de amostra podem ser fornecidos:

  1. Os dados de amostra são fornecidos pelo usuário
    Você carrega os dados de amostra para usar na visualização da transformação ao configurar a visualização da transformação. Este método está disponível nestes cenários:

    Esta opção é descrita em Selecionar dados de amostra mais adiante nesta página.

  2. Os dados de amostra são fornecidos pela operação
    Os dados de amostra são obtidos da operação para determinados endpoints. Este método está disponível nestes cenários:

O modo de visualização exibe os dados de amostra conforme eles serão gravados no destino da transformação usando quaisquer scripts especificados na transformação. Em geral, as etapas abaixo na mesma operação ou as próprias operações abaixo não são executadas, a menos que sejam chamadas em um script de transformação. (Conforme observado no final desta seção, quando determinadas atividades são o destino da transformação, os dados de amostra são gravados no destino.)

Por exemplo, operações, scripts, notificações email ou plug-ins que são chamados em uma transformação usando funções como RunOperation(), RunScript(), SendEmailMessage(), ou RunPlugin() são executados, pois fazem parte da transformação. Plugins que são aplicados nas atividades não são executados durante uma visualização da transformação, pois não fazem parte da transformação.

O limite do tamanho de um registro individual durante a visualização de uma transformação é de 384 KB compactado ou aproximadamente 512 KB descompactado. Não há limite para o tamanho dos registros no tempo de execução da operação.

Nota

Há uma exceção importante a esta descrição da execução de etapas abaixo a uma transformação. Esta exceção se aplica somente se você estiver visualizando uma transformação que tenha um esquema de destino definido a partir de um NetSuite, Salesforce, Salesforce Service Cloud ou ServiceMax atividade alvo.

Neste cenário específico, independentemente da origem dos dados de origem, os dados de amostra são gravados no destino, conforme descrito em Atividade do NetSuite e Salesforce, Salesforce Service Cloud ou ServiceMax Activity abaixo.

Disponibilidade do Modo de Visualização

O modo de visualização está disponível somente quando a transformação tem um esquema de origem e um esquema de destino especificados. Os esquemas de origem e de destino podem ser definidos por uma atividade adjacente de qualquer tipo de endpoint ou podem ser definidos em uma transformação.

O modo de visualização não pode ser usado em arquivos de origem ou dados em formato XSD ou ZIP, pois os valores não estão presentes nesses tipos de arquivo. (Um arquivo XML que implementa XSD pode ser usado.)

Acesse o Modo de Visualização

Quando o modo de visualização estiver disponível, um o ícone de visualização é exibido na barra de ferramentas de transformação.

De qualquer modo de mapeamento ou modo de script, clique no ícone de visualização:

botão de visualização

Em seguida, você fornece informações para configurar a visualização da transformação, conforme descrito a seguir.

Configurar uma Visualização da Transformação

O processo de configuração da visualização da transformação orienta você na configuração de uma transformação para visualização. As áreas específicas mostradas na configuração de visualização dependem destes critérios:

Implantar Dependências

A etapa Componentes necessários estará presente somente se você ainda não tiver implantado todas as operações das quais a transformação é dependente. Se você já implantou todas as operações das quais a transformação depende, a primeira etapa será baseada nos outros critérios listados no início desta seção.

Quando a transformação e todas as dependências forem válidas, esta etapa será semelhante à exibida abaixo:

configurar implantar

  • Componentes necessários: Revise os componentes que serão implantados clicando em Avançar.

  • Próximo: Clique para implantar os componentes da lista e continuar na próxima etapa.

    Nota

    Sob certas circunstâncias, telas adicionais podem ser apresentadas. Consulte Implantação da Operação para obter uma descrição dessas telas:

    • Selecionar Cronogramas e Variáveis do Projeto: Se houver alguma variável de projeto ou cronograma sendo implantado que já tenha sido implantado na nuvem Harmony, uma tela apresentará opções para selecionar quais valores usar.
    • Adicionar tags e comentários: Se as configurações de implantação no nível do projeto tiverem sido configuradas para exigir uma tag e/ou um comentário na implantação, uma caixa de diálogo será apresentada para inserir a tag e/ou o comentário necessário.
  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Se a transformação ou alguma dependência for inválida, ela será identificada na lista e o botão Próximo será desabilitado:

configuração de implantar inválida

Cancele ou feche a tela de configuração de visualização para corrigir a validade de quaisquer componentes inválidos antes de tentar visualizar a transformação novamente. Para obter informações sobre validade, consulte Validade do mapeamento de Transformação e Validade do Componente.

selecionar Dados de Amostra

Todas as transformações visualizáveis, exceto aquelas com uma atividade de consulta de banco de dados, mostre uma área chamada Select Sample Data. A área Select Sample Data pode ser mostrada em um passo por si só (mostrado na imagem à esquerda abaixo) ou, se a transformação tiver um NetSuite, Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax, a opção Visualizar usando arquivo de amostra deve primeiro ser selecionada para mostrar esta área (mostrada na imagem à direita abaixo).

Nota

Se o alvo da transformação for um NetSuite, Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax, os dados de amostra serão gravados no destino.

Selecione dados de amostra

configurar dados de amostra selecionados

Visualizar usando arquivo de amostra > Selecionar dados de amostra

configurar seleção de rede de dados de amostra

  • Selecionar dados de amostra: Selecione uma das opções para fornecer dados de amostra para visualização na transformação. O conteúdo e o formato do arquivo de amostra devem ser compatíveis com o esquema de origem (arquivos XSD e ZIP não são suportados).

    Nota

    Se o arquivo estiver em um formato inválido, uma mensagem de erro genérica indicará "sampleDataLoadFailure". As possíveis causas de um formato inválido incluem um arquivo CSV sem cabeçalho, um arquivo JSON sem aspas de fechamento, um arquivo XML sem tag de fechamento, etc.

    • Carregar novo arquivo para teste: Use o botão Procurar à direita do campo abaixo para navegar até um arquivo que ainda não foi usado para testes de transformação no projeto atual. Embora seja possível fazer upload de arquivos de até 1,2 MB, observe que os dados de amostra usados para o processamento de visualização da transformação têm uma limitação de tamanho de 51.200 bytes. Esses limites se aplicam somente a este teste de visualização.

      Dica

      Para gerar um arquivo de amostra válido para uma transformação que usa um NetSuite, Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax:

      1. Use Criar dados simulados a partir da estrutura de origem para gerar um registro de amostra.
      2. Altere a visualização da transformação clicando no botão ícone de arquivo de amostra para visualizar os dados de origem de amostra e o arquivo de destino com dados de amostra que seriam gerados se a transformação fosse executada. Essa visualização inclui tags adicionais que não são geradas pelo espelhamento de um esquema.
      3. Copie e cole o conteúdo do lado de origem ou de destino (conforme apropriado) em um novo arquivo.
      4. Faça as edições necessárias no novo arquivo, como editar campos específicos ou adicionar ou remover registros.
      5. Forneça o novo arquivo usando Carregar novo arquivo para teste.
    • Selecione o arquivo carregado anteriormente para testar: Use o menu suspenso no campo abaixo para selecionar um arquivo existente que tenha sido usado anteriormente para testes de transformação no projeto atual.

    • Criar dados simulados a partir da estrutura de origem: Selecione para gerar dados aleatórios com base na estrutura do esquema de origem.

  • Concluído: Clique para carregar os dados de amostra, recuperar os dados transformados do Harmony e continuar na tela de visualização da transformação, abordada posteriormente nesta página em Visualizar uma Transformação.

    Cuidado

    Os arquivos de origem carregados usados para visualizar uma transformação são removidos periodicamente do Harmony. Nesse caso, você poderá receber um erro indicando que nenhum arquivo de origem está disponível para teste ou que o arquivo de origem pode ter expirado. Para resolver, carregue novamente o arquivo e tente novamente.

  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Atividade de Consulta de Banco de Dados

A etapa Definir a cláusula WHERE é exibida quando a transformação usa uma origem com um esquema definido a partir de uma atividade de consulta de banco de dados.

Nota

Se o alvo da transformação for um NetSuite, Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax, os dados de amostra serão gravados no destino.

anexo

  • Defina a cláusula WHERE: A consultar existente é usada para fornecer os dados de amostra para a visualização. Nesta etapa, você pode limitar ainda mais quais dados de amostra são carregados, fornecendo uma cláusula WHERE.

    • SQL original: Se criado a partir de uma consultar de objeto único usando o assistente ou uma consultar manual, a instrução SQL original usada na atividade de origem será listada para referência. O SQL original não será exibido para uma consultar de vários objetos usando o assistente.

    • Cláusula WHERE original: A cláusula WHERE original, se presente, é listada para referência.

    • Cláusula WHERE a ser usada nesta visualização (opcional): Se desejar, insira uma cláusula WHERE a ser aplicada para fins de visualização da transformação. Isto pode ser usado para limitar o número de registros recuperados para fins de visualização. Se você tiver uma cláusula WHERE original, outra cláusula WHERE fornecida aqui será usada além da cláusula original, que não será substituída.

      Nota

      A sintaxe usada para a cláusula WHERE diferencia maiúsculas de minúsculas e deve usar o identificador de cotação apropriado do tipo de banco de dados específico. Para obter exemplos de cláusulas WHERE, consulte Informações específicas do banco de dados.

  • Concluído: Clique para carregar os dados de amostra, recuperar os dados transformados do Harmony e continuar na tela de visualização da transformação, abordada posteriormente nesta página em Visualizar uma Transformação.

  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Atividade do NetSuite

Quando uma transformação tem uma atividade NetSuite (como origem ou destino), a etapa fornece as opções para Visualizar usando dados de origem ou Visualizar usando arquivo de amostra. A opção Visualizar usando arquivo de amostra mostra a área Selecionar dados de amostra, descrita em Selecionar dados de amostra anteriormente nesta página.

Nota

Se o alvo da transformação for uma atividade NetSuite, os dados de amostra serão gravados no destino.

Quando Visualizar usando dados de origem é selecionado, o texto Clique em Concluir para executar a operação e obter dados de visualização é exibido:

configurar netsuite de dados de origem

  • Concluído: Clique para buscar dados de amostra diretamente da fonte, recuperar os dados transformados do Harmony e continuar na tela de visualização da transformação, abordada posteriormente nesta página em Visualizar uma Transformação.
  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Salesforce, Salesforce Service Cloud Ou Atividade ServiceMax

Quando uma transformação tem um Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax (como origem ou destino), a etapa fornece as opções para Visualizar usando dados de origem ou Visualizar usando arquivo de amostra. A opção Visualizar usando arquivo de amostra mostra a área Selecionar dados de amostra, descrita em Selecionar dados de amostra anteriormente nesta página.

O que é mostrado para a opção Visualizar usando dados de origem depende se a atividade é uma atividade de origem ou de destino para a transformação:

Atividade de Origem

Se a atividade Salesforce, Salesforce Service Cloud ou ServiceMax for uma atividade de consulta e for usada como origem para a transformação, a instrução SOQL e a cláusula WHERE original serão exibidas:

configurar fonte de dados de origem do Salesforce

  • SOQL: Revise a instrução de consultar existente da atividade, que é usada para fornecer os dados de amostra para a visualização.

    • Cláusula WHERE original: Revise a cláusula WHERE existente, se presente, que é usada para limitar os dados de amostra para visualização na transformação.

    Nota

    Esta etapa é apenas para fins informativos. As cláusulas SOQL e WHERE originais não podem ser editadas ou restringidas posteriormente.

  • Concluído: Clique para buscar dados de amostra diretamente da fonte, recuperar os dados transformados do Harmony e continuar na tela de visualização da transformação, abordada abaixo em Visualizar uma Transformação.

  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Atividade Alvo

Se a atividade Salesforce, Salesforce Service Cloud ou ServiceMax for uma atividade diferente de uma atividade de consulta e for usada como destino da transformação, o texto Clique em Concluir para executar a operação e obter dados de visualização será exibido.

Nota

Se o alvo da transformação for um Salesforce, Salesforce Service Cloud ou atividade ServiceMax, os dados de amostra serão gravados no destino.

configurar o destino da força de vendas dos dados de origem

  • Concluído: Clique para buscar dados de amostra diretamente da fonte, recuperar os dados transformados do Harmony e continuar na tela de visualização da transformação, abordada abaixo em Visualizar uma Transformação.
  • Cancelar: Clique para fechar a tela de configuração de visualização e retornar à transformação sem visualizar os dados.

Visualizar uma Transformação

A tela de transformação é carregada no modo de visualização. Este modo é semelhante ao modo de mapeamento, exceto que é somente leitura e possui opções adicionais relacionadas ao teste da transformação com dados de amostra. Se você quiser editar o mapeamento de transformação, tentar fazê-lo abre automaticamente o modo de mapeamento (se estiver usando um elemento de interface onde você permaneceria no modo de mapeamento) ou modo de script (se estiver abrindo um script em um campo de destino).

O modo de visualização exibe dados do arquivo de amostra fornecido ou da consultar in-line ao lado de cada campo de origem e de cada campo de destino mapeado:

visão geral

No modo de visualização, a barra de ferramentas de transformação fornece um conjunto de ferramentas para interagir com a interface do modo de visualização:

botão de visualização expandido

  • Dados de amostra: O nome do arquivo de amostra ou atividade de consultar atualmente carregado é exibido. Clique no arquivo de amostra ou na atividade de consultar para mostrar opções para limpar ou alterar os dados de amostra, descritos em Limpar ou alterar dados de amostra abaixo.

    dados de amostra do botão de visualização

  • Ciclo de registro: Clique nas setas para a esquerda e para a direita para percorrer os registros no arquivo de dados de amostra ou nos dados de consultar, atualizando a leitura dos dados de visualização:

    ciclo de gravação do botão de visualização

    O primeiro número indica quais dados de registro estão sendo exibidos atualmente na visualização da transformação, dentre o número total de registros disponíveis no arquivo de amostra ou consultar.

    Nota

    Nos dados de visualização, setas adicionais estão disponíveis em nós que possuem vários sub-registros dentro de um registro para percorrer:

    ciclo de gravação

  • Desfazer: Clique no ícone de desfazer para reverter sua última ação (veja Desfazer e Refazer em Permissões, colaboração e salvamento do Cloud Studio).

  • Refazer: Clique no ícone refazer para reverter sua última ação Desfazer (consulte Desfazer e Refazer em Permissões, colaboração e salvamento do Cloud Studio).

  • Dados embutidos: Clique no ícone de dados embutidos para visualizar a visualização embutida dos dados. Esta é a visualização padrão.

  • Arquivos de amostra: Clique no ícone de arquivos de amostra para visualizar os dados de origem de amostra e o arquivo de destino com dados de amostra que seriam gerados se a transformação fosse executada:

    arquivos de exemplo

  • Fechar: Clique no ícone fechar para sair do modo de visualização e retornar à tela de configuração da transformação.

Limpar Ou Alterar Dados de Amostra

Clique no nome do arquivo de amostra ou da atividade de consultar para mostrar opções para limpar ou alterar os dados de amostra:

dados de amostra do botão de visualização

  • Limpar: Clique para remover os dados do arquivo de amostra ou dados de consultar e retornar à tela de configuração da transformação.

  • Alterar: Clique para substituir os dados do arquivo de amostra ou os dados da consultar. O comportamento depende de como os dados de amostra foram definidos: